Pular para o conteúdo principal

PRÍNCIPE NAMOR


Você lembra deste nome? Namor "O Príncipe Submarino"???
O personagem mais antigo da Marvel Comics criado em 1939 pelo desenhista Bill Everett, um dos primeiros super-heróis dos quadrinhos. Meio homem, meio peixe respirava debaixo d'água e tinha ainda poderes sobrenaturais, capacidade de voar e um líder nato.
Por que Citar esta história? Na família Branca Esportes temos o nosso Namor, o Guerreiro Antonio Carlos (filho) vem se destacando tanto na terra como no mar, assim como o pai "Antonio Carlos Santos "Pai".
O pai, além de ultamaratonista também está praticando natação e tem um grande sonho e desafio à frente. Participou neste final de semana no Fast Biathlon Santos(09SetDom) e conseguiu o seu primeiro pódium no Biathlon. E o filhão também não escapou do pódium conseguindo a 4a colocação. O filho vem conseguindo grandes resultados pelo pouco tempo de contato com o mar e a corrida...e sem falar que ele sempre acompanha o Papai nas provas. Quando falo acompanha... ele corre mesmo...e são distâncias de respeito. Em breve teremos um relato do nosso Guerreiro "Namor" que o seu Pai está preparando. Ambos merecem uma homenagem, admiração e nossos respeitos. Branca Esportes na terra e no mar... Agradecemos a todos por nos representar em outras modalidades esportivas. Parabéns a ambos!!!

"Texto Extraído do sítio Branca Esportes"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A META

I AM AN IRONMAN

A batalha foi dura, a Meta IronMan Floripa 2017 executada com honra e louvor ...

MINHA TRAJETÓRIA RUMO AO IRON MAN

Minha trajetória rumo ao Iron Man iniciou em maio de 2013 na minha primeira prova de duathlon em guarulhos, por sinal foi meu primeiro contato com o ciclismo após décadas sem pedalar ...
Eu vinha de uma jornada de anos dedicados as Maratonas e Ultramaratonas, e a partir daquela prova, todos os treinos e experiências eram novidades e aprendizados ...
A grande dificuldade a ser superada era com a natação, e principalmente nas águas abertas ... Entrar no mar, represa ou rio, para dar umas braçadas por laser sem compromisso, muda tudo quando se nada forte quilometro a dentro rumo ao alto mar, vendo somente uma pequena boia bem distante, o pânico rondava minha mente, por vezes parava no meio da prova e fica lá, me convencendo a continuar, seguia aos trancos, era uma sensação desagradável ... Mas não cedia um milímetro, resolvi treinar no riacho grande com constância, me desafiava semana após semana, com frio, chuva, não importava, meu desejo de nadar sereno e com consistênci…